Nossos serviços
Entre em contato

Capitais e região metropolitana:
4007.2302

Demais cidades:
0800.002.2302

Whatsapp:
4007.2302


Av. Júlio de Castilhos, 44 - Térreo
Porto Alegre - RS - CEP 90030-130 | Como chegar

COPYRIGHT © 2021. Conheça nossa Política de Privacidade.

brivia

Educação | 09 de maio de 2017
Quase 30 mil já fizeram inscrição do Enem 2017; candidatos reclamaram de instabilidade no sistema
Expectativa é de que cerca de 7,5 milhões se inscrevam até o dia 19.
Copiar link
Quase 30 mil já fizeram inscrição do Enem 2017; candidatos reclamaram de instabilidade no sistema

No início da inscrição, o candidato deve preencher os campos solicitados com o CPF e data de nascimento. Em seguida, é necessário que marque a figura solicitada para autenticação no sistema. Alguns estudantes reclamaram que as opções não apareciam: “Primeiro desafio ENEM 2017: Marcar uma opção invisível”, reclama usuário do Twitter, que publicou uma foto da página, que não mostrava as opções.

“Se fazer a inscrição do Enem 2017 já tá difícil, imagina a prova”, diz outro usuário da rede social. “Se você conseguir completar a inscrição, já passou”, brinca outra.

Outra usuária diz que teve sucesso na inscrição: “Acabei de fazer minhas inscrição do Enem pelo celular. Que top, nem travou”.

Segundo o Inep, caso haja algum problema na hora de inscrição, os candidatos podem acionar o órgão pelo telefone 0800-616161. O atendimento é das 8h às 20h, no horário de Brasília.

Os candidatos reclamam também do aumento da taxa de inscrição do exame, que esse ano é de R$ 82. No ano passado, o exame custou R$ 68. “É inscrição do Enem ou é open bar no camarote?”, diz usuário do Twitter.

Sobre o custo do exame, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a correção não só levou em conta a variação de preços pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), como incorporou variações de anos anteriores que deixaram de ser aplicadas e parte da diferença entre o custo do exame e a taxa de inscrição.

Atualmente, o Inep cobre cerca de 70% do custo do exame. No ano passado, por exemplo, o custo, de R$ 91,49 por participante, foi R$ 23,49 acima do valor pago. A autarquia diz que, mesmo com a alta, a inscrição no Enem está abaixo da média dos vestibulares do país, que é R$ 140.
Fonte: ZH

Copiar link Comentários ()
Quero receber conteúdos voltados para:

Entre em contato através do WhatsApp

Entre em contato através do Messenger