Nossos serviços
Entre em contato

Capitais e região metropolitana:
4007.2302

Demais cidades:
0800.002.2302

Whatsapp:
4007.2302


Av. Júlio de Castilhos, 44 - Térreo
Porto Alegre - RS - CEP 90030-130 | Como chegar

COPYRIGHT © 2020. Conheça nossa Política de Privacidade.

brivia

Educação | 21 de novembro de 2017
Diretoria do Sinepe/NOPR 2017/2019 é empossada em Maringá
Reeleito, o professor José Carlos Barbieri vai para sua quarta gestão à frente do sindicato. Ele dirigiu a entidade nos anos de 2007 a 2011 e de 2015 a 2017.
Copiar link
Diretoria do Sinepe/NOPR 2017/2019 é empossada em Maringá

Tomou posse na sexta-feira, dia 17 de novembro, no Clube Hípico de Maringá, a diretoria do Sinepe, eleita em setembro por gestores de instituições privadas de ensino de 114 municípios. Reeleito, o professor José Carlos Barbieri vai para sua quarta gestão à frente do sindicato. Ele dirigiu a entidade nos anos de 2007 a 2011 e de 2015 a 2017.

Em seu discurso de posse, José Carlos Barbieri abordou temas como a Reforma Trabalhista, Base Nacional Comum Curricular (BNCC), o crescimento do ensino a distância (EAD) e falou sobre a necessidade de investimentos em educação no país para melhorar os índices comparativos com outros países do mundo.

“A reforma trabalhista traz segurança jurídica para as empresas e reduz os conflitos e passivos com ex-funcionários. Ou seja, é uma medida que traz benefícios para ambos os lados, empresas e trabalhadores. A reforma também apresenta grandes responsabilidades principalmente porque transforma a contribuição sindical patronal de valor obrigatório em facultativo”, explicou.

Barbieri lembrou que o Sinepe organizou vários eventos para conscientizar os gestores da escola sobre as mudanças na BNCC. “Um dos alertas dados foi de que o documento não deve ser interpretado de forma literal, mas sirva como referência para que cada escola construa seu próprio currículo em comum acordo com a comunidade escolar local”.

O presidente disse que estudos mostram que em 2023, o ensino superior a distância já corresponderá a 51% do mercado. “De 5 milhões de pessoas que estão fora da universidade no País, 67% só podem comprar educação superior no preço de EAD”, comentou.

Barbieri apresentou dados publicados pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), referentes a 2015, mostrando que mais da metade dos adultos, com idade entre 25 e 64 anos, não tinham acesso ao ensino médio e 17% da população sequer tinham concluído o ensino básico.

“São dados preocupantes. Na média dos países da OCDE, 22% de adultos não chegaram ao ensino médio e 2% não concluíram o básico”, frisou, informando ainda que no Brasil, quase 75% dos estudantes no ensino superior estão em instituições privadas, contra cerca de 33% da média dos países da OCDE.

Segundo Barbieri, para melhorar alguns dados, é preciso aprimorar e honrar os mecanismos de financiamento estudantil. Ele argumentou ainda que as pesquisas indicam que pessoas com diploma de ensino superior têm 10% mais chances de serem empregados e ganharão, em média, 56% mais do que os adultos que só completaram o ensino médio.

Federações presentes

Várias autoridades discursaram durante a posse da nova diretoria do Sinepe. O sindicato é associado tanto à Fenep (Federação Nacional das Escolas Particulares) quanto à Fepesul (Federação dos Estabelecimentos Particulares de Ensino da Região Sul). Os presidentes das duas instituições estiveram presentes na cerimônia.

O professor Osvino Toillier preside a Fepesul que, segundo ele, representa oito sindicatos e um total 5.914 escolas de educação básica ao ensino superior,  somando cerca de 1,700 milhão de estudantes nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Toillier elogiou a diretoria do Sinepe, enaltecendo a liderança de José Carlos Barbieri.

O presidente da Fenep, Ademar Batista Pereira, disse que 41 mil escolas filiadas da instituição possuem juntas mais de 15 milhões de alunos, sendo que o setor é responsável por 1,7% do PIB brasileiro. Pereira frisou que sindicatos como o Sinepe são fundamentais na luta da federação pela Reforma Tributária e para desonerar as escolas particulares.

Autoridades locais

O vice-prefeito, Edson Scabora, e a secretária de Educação, Valkiria Trindade de Almeida Santos, representaram o Município na posse. Scabora disse que Barbieri tem se superado à frente do sindicato, unindo forças para o crescimento do setor. Valkiria ressaltou que o presidente do Sinepe é agregador e se tornou um espelho para todos.

O presidente do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem) lembrou a participação de José Carlos Barbieri na elaboração dos projetos que apontam a cidade ideal para 2047, especialmente no setor de Educação. “Barbieri tem participado ativamente das reuniões. Destacamos vários setores que são fundamentais para nosso futuro, e, sem dúvida, a Educação é aquele que vai colaborar mais para atingirmos nossos objetivos”, destacou Rezende.

O presidente da Acim, José Carlos Valêncio, lembrou que José Carlos Barbieri é vice-presidente da associação, onde colabora como voluntário e representante do setor da Educação. O reitor Wilson Matos foi quem empossou a nova diretoria e destacou que o Sinepe é um instrumento para que as instituições de ensino continuem sendo agentes de formação de uma nova sociedade.

Durante a cerimônia, os presidentes que passaram pelo Sinepe, Amauri Meller, Carlos Anselmo Corrêa, Claudio Ferdinandi, José Carlos Barbieri e Wilson de Matos Silva Filho, foram homenageados.

Projetos

Entre as principais ações que constam no planejamento da nova gestão estão a realização de duas edições do Congresso de Educação e Cidadania; organizar cursos de qualificação para gestores, professores e funcionários; adquirir imóvel e construir a nova sede do sindicato; ciclos de palestras para a Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio e Ensino Superior; além de cursos de atualização nas áreas jurídicas, financeiras e administrativas, entre outras.

Em nível nacional o sindicato participará ativamente da Federação Nacional das Escolas Particulares (Fenep) visando defender o setor e estimular a adoção, por parte do governo federal, de medidas que estimulem a democratização do acesso à Educação.

Diretoria 2017/2019

Conselho de Administração

Presidente

Prof. José Carlos Barbieri

Vice-Presidente

Prof. Wilson de Matos Silva Filho

Vice-Presidente de Orçamento e Finanças

Prof. Djalma da Rocha Martins

Vice-Presidente de Documentação

Prof. Claudio Ferdinandi

Vice-Presidente para Assuntos do Ensino Superior

Prof. Pedro Henrique Montans Baer

Vice-Presidente para Assuntos do Ensino Médio

Prof. Vanderlei Alves Ferreira

Vice-Presidente para Assuntos do Ensino Fundamental e da Educ. Infantil

Profa. Eliza Mitie Shiozaki

Vice-Presidente para Assuntos de Capacitação Profissional

Profa. Silvia Christiane Goya

Vice-Presidente para Eventos e Campanhas Sociais

Prof. Miguel Ângelo de Marchi dos Santos

Conselho Superior

Presidente

Prof. Arnaldo Antonio Piloto

Conselho Fiscal

Titulares:

Prof. Emerson Avelar Garcia

Prof. Jânio Tramontin Paganini

Prof. Adair Dumas

Suplentes:

Prof. Agnaldo de Jesus Rossini

Prof. Edson Ribeiro Scabora

Prof.a Cristiane Resquiti Paulino Strozzi

Fonte: Paranashop

Quero receber conteúdos voltados para:

Entre em contato através do WhatsApp

Entre em contato através do Messenger