Nossos serviços
Entre em contato

Capitais e região metropolitana:
4007.2302

Demais cidades:
0800.002.2302

Whatsapp:
(51) 989.590.959


Av. Júlio de Castilhos, 44 - Térreo
Porto Alegre - RS - CEP 90030-130 | Como chegar

COPYRIGHT © 2019. Conheça nossa Política de Privacidade.

brivia

Educação | 18 de junho de 2018
Robôs miram o mercado da educação
O projeto é ousado. Em parceria exclusiva com a chinesa Ubtech, a Inbrasmec investiu cerca de 250 mil dólares (com base industrial instalada) e estima faturar 10 milhões de dólares em 24 meses com a importação e comercialização dos produtos no Brasil.
Copiar link
Robôs miram o mercado da educação

Com a expectativa de cumprir a máxima do ‘aprender brincando’, a Inbrasmec, uma das pioneiras no Brasil no segmento de robôs de uso doméstico, coloca sua digital agora também na linha de robôs educacionais, com competências diversas para amplo uso nas salas de aula e também recreacional.

O projeto é ousado. Em parceria exclusiva com a chinesa Ubtech, a Inbrasmec investiu cerca de 250 mil dólares (com base industrial instalada) e estima faturar 10 milhões de dólares em 24 meses com a importação e comercialização dos produtos no Brasil.

Diante do potencial brasileiro de engajamento com inovações tecnológicas, a perspectiva é de que, em um ano, cerca de 300 escolas do país, do ensino público e privado, passem a utilizar os robôs em aulas de robótica e até de outras disciplinas.

Inicialmente, a empresa trará dois modelos para o Brasil: Alpha e AstroBot, cuja finalidade, além de auxiliar no desenvolvimento pedagógico de forma lúdica, é permitir o desenvolvimento de habilidades de programação e estimular o raciocínio lógico.

“Além de agregar qualidades pedagógicas e tecnológicas, o lado lúdico do ensino também pode ser explorado com os nossos robôs, permitindo que gerações se unam e descubram juntas como explorá-los”, destaca Marco Franco, diretor comercial da Inbrasmec.

Os primeiros robôs educacionais da parceria Ubtech e Inbrasmec devem chegar ao Brasil no final de junho, mas diversas escolas para as quais os produtos foram apresentados já demonstraram interesse em adquirir os robôs para suas aulas.

Fonte: odiario.com

Quero receber conteúdos voltados para:

Entre em contato através do WhatsApp

Entre em contato através do Messenger