Nossos serviços
Entre em contato

Capitais e região metropolitana:
4007.2302

Demais cidades:
0800.002.2302

Whatsapp:
(51) 989.590.959


Av. Júlio de Castilhos, 44 - Térreo
Porto Alegre - RS - CEP 90030-130 | Como chegar

COPYRIGHT © 2018. Conheça nossa Política de Privacidade.

brivia

Educação | 05 de dezembro de 2018
ABMES premia personalidades e instituições que se destacaram no contexto educacional em 2018
Em um encerramento de ano festivo, a ABMES laureou hoje (04) quatro personalidades do universo educacional com a Ordem ABMES do Mérito da Educação Superior.
Copiar link
ABMES premia personalidades e instituições que se destacaram no contexto educacional em 2018

Em um encerramento de ano festivo, a ABMES laureou hoje (04) quatro personalidades do universo educacional com a Ordem ABMES do Mérito da Educação Superior e premiou os vencedores do Prêmio Milton Santos de Educação Superior (8ª edição), do Prêmio Top Educacional Professor Mário Palmério (23ª edição) e do Concurso Silvio Tendler de Vídeos sobre Responsabilidade Social das IES (11ª edição).

A Ordem ABMES galardoa pessoas que se destacam no exercício de suas funções, demonstrando fortes valores e contribuindo para o fortalecimento da educação e da sociedade como um todo. “São pessoas que, com empenho e bravura, tiveram suas vidas pautadas pelo zelo e pelo amor à área, seja no âmbito das instituições de educação superior, seja no âmbito dos órgãos governamentais responsáveis pela condução das políticas públicas”, afirmou o diretor presidente da Associação, Janguiê Diniz.

Os homenageados foram o ex-membro do Conselho Nacional de Educação (CNE) e atual chanceler da Laureate International Universities, Arthur Roquete de Macedo; o membro nato do Conselho de Administração e ex-presidente da ABMES, e diretor geral da Faculdade de Estudos Avançados do Pará (Feapa), Edson Franco; a presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Maria Inês Fini; e o secretário de Educação Superior do Ministério da Educação, Paulo Barone.

Premiações

Instituído como forma de reconhecer o mérito de personalidades que contribuem para o engrandecimento e o aprimoramento da educação superior no Brasil, em 2018 o Prêmio Milton Santos de Educação Superior condecorou o diretor geral da Faculdade Independente do Nordeste (Fainor), Edgard Larry, na categoria Administração de Instituições de Educação Superior; o presidente da Adtalem Educacional do Brasil, Carlos Alberto Guerra Filgueiras, na categoria Gestão Empresarial; e Maria Inês Fini, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), e Paulo Barone, secretário da Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (SESu/MEC), na categoria Desempenho na Área Política.

O Prêmio Top Educacional Professor Mário Palmério foi outro que teve seus vencedores premiados na cerimônia de hoje. O projeto busca identificar e divulgar ações inovadoras no campo da educação nas áreas de ensino, pesquisa e extensão; inovações curriculares na graduação e pós-graduação; avaliação institucional; modelos de gestão educacional; inclusão social; e proteção do meio ambiente.

A grande vencedora da 23ª edição foi a iniciativa Narizes de Plantão, desenvolvida pelo Centro Universitário São Camilo, de São Paulo/SP.

Por meio da linguagem do palhaço, a ação busca inserir uma atividade artística dentro do ensino superior como ferramenta educacional para a formação mais completa de futuros profissionais da saúde.

Além do projeto vencedor, a comissão julgadora do Top Educacional concedeu duas menções honrosas: uma para o projeto Implosão da Educação Superior Tradicional: o Caso da Celso Lisboa, realizado pelo Centro Universitário Celso Lisboa, e a outra para o projeto Trilhas de Empreendedorismo e Inovação, desenvolvido pela Universidade Anhembi Morumbi.

Por fim foram agraciados os vencedores do Concurso Silvio Tendler de Vídeos sobre Responsabilidade Social das IES. O Centro Universitário Cesmac venceu em duas categorias: Documentário, com o vídeo Dona Enedina – Construindo uma nova história, e Vídeo Institucional, com Cesmac – Responsabilidade Social. Na categoria Cobertura Jornalística o vencedor foi o vídeo Responsabilidade Social – O Unipam faz, do Centro Universitário de Patos de Minas (Unipam).

Neste ano, a comissão julgadora deliberou pela não premiação da categoria videoclipe e conferiu menção honrosa ao Centro Universitário Fundação de Ensino Octávio Bastos pelo Documentário Projeto Intolerância Zero – Unifeob.

Fonte: ABMES

Quero receber conteúdos voltados para:

Entre em contato através do WhatsApp

Entre em contato através do Messenger