Nossos serviços
Entre em contato

Capitais e região metropolitana:
4007.2302

Demais cidades:
0800.002.2302

Whatsapp:
4007.2302


Av. Júlio de Castilhos, 44 - Térreo
Porto Alegre - RS - CEP 90030-130 | Como chegar

COPYRIGHT © 2020. Conheça nossa Política de Privacidade.

brivia

Educação | 18 de outubro de 2019
Tecnologia Assistiva e a Inclusão de Pessoas
Copiar link
Tecnologia Assistiva e a Inclusão de Pessoas

A inclusão de pessoas com deficiência abrange muitas áreas da sociedade. Quando pensamos em nossas rotinas, fica fácil perceber a importância de ações básicas como se locomover, pedir e trocar informações, ver ou ouvir. São situações que acontecem a todo o momento, mas nem todos estão na mesma condição de executá-las.

Durante os últimos anos, a reflexão sobre essa questão ganhou mais espaço em diferentes contextos. A luta pelo direito ao acesso à educação, ao trabalho e à cidadania foi fortalecida por políticas públicas e inovações tecnológicas. Nesse contexto, surgem as chamadas tecnologias assistivas, trazendo novas possibilidades de inclusão. 

O que são as tecnologias assistivas? 

São métodos e ferramentas usadas para ampliar habilidades de pessoas com deficiência. Seu principal objetivo é buscar alternativas que promovam a inclusão social, garantindo o acesso de todos a direitos básicos. Geralmente, as soluções tratam-se de redesign de produtos já conhecidos, mas também há a criação de novos dispositivos, motivados sobretudo pelos avanços tecnológicos.

A oferta de tecnologia assistiva pode acontecer por forma de recurso ou serviço. O primeiro grupo é composto por equipamentos que auxiliam no cotidiano de uma pessoa com deficiência, sendo adaptados ou criados para isso. São exemplos os produtos com soluções para mobilidade limitada, assim como os softwares de acessibilidade. Já os serviços são assistência prestada por profissionais para contribuir na escolha e uso dos recursos. Diversas áreas podem ser envolvidas nesse processo: psicologia, educação física, fisioterapia, entre outros. 

Como as tecnologias assistivas podem contribuir com a educação? 

O acesso à educação é um direito que permite que uma série de outros direitos se concretizem. Além do desenvolvimento intelectual, profissional e social, o ensino faz uma grande diferença na vida de qualquer pessoa. 

No Plano Nacional da Educação (PNE), uma das metas estipuladas é a normatização da educação especializada, voltada à inclusão de estudantes com deficiência no ensino básico gratuito. A partir disso, busca-se conscientizar e orientar escolas e políticas públicas sobre a importância de novas metodologias de ensino e adequações estruturais. Dessa forma, as tecnologias assistivas podem ajudar a ampliar os recursos de escolas e instituições de ensino para melhor atender a esses alunos. 

Entretanto, muito mais do que mudanças físicas do espaço de ensino, outros aspectos exigem atenção para o sucesso da inclusão de estudantes com deficiência:

Qualificação de docentes e profissionais da escola

A equipe da escola precisa estar preparada para uma rotina mais inclusiva, o que significa adaptar processos e conhecer bem recursos, de forma a garantir um bom aproveitamento.

Reavaliação e flexibilização do currículo 

Parte das adaptações estão relacionadas ao currículo ofertado. O planejamento das aulas precisa dar conta de integrar o aluno, assim ferramentas de apoio ajudam a enriquecer o reportório dos docentes. 

E a inclusão no mercado de trabalho? 

Quando o acesso às tecnologias assistivas é ampliado, mais oportunidades são criadas para que pessoas com deficiência integrem o mercado de trabalho. A locomoção e a comunicação são exemplos de barreiras que afetam a inclusão em diversas atividades. Com o suporte de equipamentos adaptados ou desenvolvidos, as habilidades profissionais podem ser exercidas, garantindo igualdade de condições. 

Algumas tecnologias assistivas já são realidade em muitas organizações e relativamente acessíveis. Graças a elas, muitas pessoas vivem e exercem atividades profissionais com maior independência. 

Voice Stik 

Dispositivo similar a uma caneta com função de scanner, reconhecendo palavras escritas para transformá-las em sons. 

Telefones para surdos 

Com o auxílio de uma central de atendimento, possibilita a escrita e a visualização de mensagens enviadas e recebidas, usando uma espécie de teclado para a interação.  

Impressora de texto em Braille

Permite a impressão de imagens, gráficos e textos para que pessoas cegas possam analisar informações no sistema de Braille. 

Quero receber conteúdos voltados para:

Entre em contato através do WhatsApp

Entre em contato através do Messenger