Nossos serviços
Entre em contato

Capitais e região metropolitana:
4007.2302

Demais cidades:
0800.002.2302

Whatsapp:
4007.2302


Av. Júlio de Castilhos, 44 - Térreo
Porto Alegre - RS - CEP 90030-130 | Como chegar

COPYRIGHT © 2020. Conheça nossa Política de Privacidade.

brivia

Educação | 19 de dezembro de 2019
Tecnologias Disruptivas e as mudanças na nossa forma de viver
Copiar link
Tecnologias Disruptivas e as mudanças na nossa forma de viver

Soluções inovadoras, em sua maioria, estão apoiadas no desenvolvimento de tecnologias. É algo bastante perceptível quando olhamos para as mudanças ocorridas nos últimos anos na vida das pessoas. Quantos hábitos, produtos e modelos de serviços se transformaram, foram substituídos ou ainda deixados de lado? Trata-se de um movimento constante, uma evolução em busca de opções mais eficientes, práticas e acessíveis para os problemas do cotidiano e da sociedade como um todo. 

O conceito de disrupção está relacionado ao ato de ruptura com o convencional, quebra ou descontinua algum modelo estabelecido. Dessa forma, quando usamos o termo “disruptivo” para qualificar algo quer dizer que se trata de uma proposta inovadora, capaz de gerar mudanças profundas nas estruturas conhecidas.  

O que são as tecnologias disruptivas? 

As tecnologias disruptivas, também chamadas de inovações disruptivas, foram observadas e estudadas pela primeira vez em 1995, pelo professor de Harvard Clayton Christensen. Segundo ele, quando cria-se uma solução mais barata, eficiente e acessível, o que era visto como a principal alternativa passa a ser obsoleto, provocando mudanças no comportamento social e do mercado.  

Essas mudanças criam a possibilidade de inovar a forma como serviços são oferecidos e até de incorporar novos recursos. Um bom exemplo dos benefícios disso são as ofertas cada vez mais inclusivas e simplificadas, que resolvem necessidades específicas e universais de um público amplo. 

Exemplos de tecnologias disruptivas  

A principal vantagem das tecnologias disruptivas é a capacidade de transformar um modelo existente. Para isso, o foco está na simplicidade e acesso às ofertas. Métodos antigos são abordados de novas formas, o que resulta em propostas diferentes, para atender necessidades ignoradas pelo grande mercado. 

Internet das Coisas

Agrega conectividade e inteligência à infraestrutura física. A tecnologia permite que aparelhos domésticos estabeleçam conexões para atualizações e comandos em tempo real. Essa solução está viabilizando uma verdadeira transformação nas funcionalidades de dispositivos eletrônicos e a maneira como interagimos com eles. 

Blockchain 

Trata-se de um sistema distribuído para o registro de transações. Apesar de ser geralmente relacionado aos bitcoins, o método tem sido tratado como uma tecnologia de segurança recomendada. E ainda, o blockchain pode possuir outras aplicações além das moedas virtuais, para promover mais proteção em transações econômicas.

 Impressão 3D 

Com a perspectiva de ter um preço cada vez mais acessível, a impressão 3D gera bons resultados na fabricação de protótipos. Isso abre portas para o design de novos produtos, ou ainda adaptação de objetos, por exemplo. A tecnologia pode ser usada em grande escala, o que torna viável sua aplicação até mesmo na construção civil. 

 Inteligência Artificial 

Robôs virtuais e chatbots são os exemplos mais comuns da inteligência artificial aplicada em nossa rotina. Mas não para por aí. Graças aos avanços nos estudos da área, sobretudo em Learning Machine, cada vez mais as máquinas estão desenvolvendo as capacidades cognitivas. Ao aprender a partir de dados e interações, as aplicações tendem a tornar tarefas automatizadas pela ação da tecnologia. 

 

 

Quero receber conteúdos voltados para:

Entre em contato através do WhatsApp

Entre em contato através do Messenger