Nossos serviços
Entre em contato

Capitais e região metropolitana:
4007.2302

Demais cidades:
0800.002.2302

Whatsapp:
4007.2302


Av. Júlio de Castilhos, 44 - Térreo
Porto Alegre - RS - CEP 90030-130 | Como chegar

COPYRIGHT © 2020. Conheça nossa Política de Privacidade.

brivia

Educação | 21 de fevereiro de 2020
5 “fundamentos” de uma escola moderna
Copiar link
5 “fundamentos” de uma escola moderna

Para receber alunos em um contexto de transformação constante e de inovações aceleradas, a escola precisa ser moderna. Mas o que isso significa exatamente?

De acordo com a empresa ViewSonic especializada em tecnologia de exibição visual, uma escola moderna é um local projetado para alunos que serão capacitados para as exigências do século 21, considerando os novos conceitos educacionais, como metodologias ativas. O que vai muito além de uma arquitetura futurista ou tecnologias sofisticadas.

Ficou curioso para saber mais? O portal Desafios da Educação lista 5 fundamentos de uma escola moderna.

1. Revisar a missão da escola

A missão de uma escola nada mais é do que uma versão resumida dos seus objetivos e valores. Essa premissa deve ser revisada frequentemente, sobretudo por um prisma que considere as necessidades dos alunos e da comunidade.

O problema surge quando a missão é baseada em gerações passadas, em vez de necessidades e sentimentos atuais da comunidade. Cabe aos educadores definirem quais metas produzirão melhores líderes no futuro. Outros aspectos que devem nortear a missão de uma escola moderna incluem ideias sobre tolerância, ambientalismo, humanidade, globalismo, empreendedorismo e inovação.

2. Escolha do modelo pedagógico

Vários modelos pedagógicos ??tentam criar ambientes de aprendizagem inovadores, como sala de aula invertida e metodologias colaborativas . Parte dos novos modelos são incrementais, não necessariamente disruptivos, e estão a mercê de desaparecerem – ou mesmo de se perpetuarem. A certeza, no entanto, é que uma escola moderna valoriza o contexto dos estudantes e procura desenvolver habilidades e competências adequadas ao século 21.

Existem muitos tipos de avaliações no cenário educacional. Entre elas estão a avaliação diagnóstica, formativa, somativa, referenciada a norma e referenciada a critério. Na nova era da educação, os métodos de avaliação consideram as diferenças de cada aluno para criar um processo de aprendizagem personalizado. Entretanto, isso não significa abandonar aquilo que é tradicional, como provas e feedback . A combinação de atividades formativas e somativas é uma base convencional de avaliação.

4. Design e arquitetura moderna

Uma escola moderna é aquela que redesenha o ambiente de ensino e de aprendizagem. Disposição dos assentos, zonas de colaboração e áreas de lazer começam a ganhar relevância em projetos arquitetônicos. Os dispositivos tecnológicos também ganham espaço, e mudando itens até então tradicionais da sala de aula, como carteiras, quadros e portas. A sala de aula e o campus do futuro devem ser capazes de fornecer insights em tempo real, ambientes mais seguros e usar recursos com eficiência.

5. Integração com as “skills” do futuro

Cientes da mudança de paradigma no mercado de trabalho, as escolas modernas fazem um movimento de adaptação dos currículos para evitar a formação de indivíduos defasados e incompatíveis com o futuro. Por isso incorporarem disciplinas na área de big data, UX design e programação, mas que além disso também desenvolvem soft skills – isto é, habilidades comportamentais, sociais e emocionais.

“As atividades que irão se destacar terão habilidades difíceis de serem automatizadas, envolvendo capacidades emocionais e sociais, criatividade e alta capacidade cognitiva”, afirma um relatório da McKinsey.

Fonte: Desafios da Educação

Quero receber conteúdos voltados para:

Entre em contato através do WhatsApp

Entre em contato através do Messenger