Nossos serviços
Entre em contato

Capitais e região metropolitana:
4007.2302

Demais cidades:
0800.002.2302

Whatsapp:
4007.2302


Av. Júlio de Castilhos, 44 - Térreo
Porto Alegre - RS - CEP 90030-130 | Como chegar

COPYRIGHT © 2021. Conheça nossa Política de Privacidade.

brivia

Educação | 03 de dezembro de 2020
Currículo Lattes: o que é e como se qualificar
Copiar link
Currículo Lattes: o que é e como se qualificar

Plataforma organizada pelo CNPq é essencial para quem sonha em seguir a carreira acadêmica; confira algumas dicas para cadastrar seu currículo

O currículo Lattes reúne as principais produções e conquistas acadêmicas de uma pessoa, como graduações e cursos concluídos, autoria ou co-autoria de artigos científicos, participação em seminários e fóruns, entre outros. Mais do que um documento de apresentação para se candidatar a vagas de emprego – como é o currículo vitae (CV), por exemplo -, trata-se de um modelo nacional exigido, especialmente, por escolas e universidades no momento da contratação de professores ou da seleção de estudantes para bolsas de pesquisa, mestrado e doutorado.

Qualquer pessoa pode criar o seu currículo Lattes. Para isso, basta acessar o ambiente virtual organizado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e preencher algumas informações pessoais, acadêmicas e profissionais. Após um prazo de até 24 horas, o cadastro será liberado e passará a ser visível na plataforma Lattes – a partir disso, cabe a cada um seguir atualizando o seu perfil para conseguir se destacar no meio.

Para além dos títulos e certificados em si, os textos de apresentação influenciam na qualificação do perfil – principalmente para as pessoas que ainda não possuem um grande histórico profissional e acadêmico. Portanto, antes mesmo de começar o cadastro na plataforma Lattes, é recomendado desenvolver um texto interessante sobre si para destacar as principais conquistas até aqui e temas de interesse. É importante refletir quais os pontos mais fortes e mais fracos ao organizar o currículo, de modo a seguir se capacitando para corrigir eventuais “lacunas” que a área possa estar exigindo.

Ainda que o foco seja acadêmico, o histórico profissional é um registro importante de constar no Lattes, com detalhamento sobre os cargos já exercidos e experiências adquiridas. No entanto, atenção: caso os trabalhos anteriores em nada se assemelhem com a área de conhecimento pretendida, provavelmente seja melhor deixar de fora essa parte da trajetória profissional, pois realmente não vai agregar para uma melhor colocação no futuro.

A dica mais valiosa quando se trata de valorização no Lattes é se manter em permanente movimento no âmbito acadêmico. Seja se capacitando em novos cursos, produzindo artigos científicos, colaborando com a publicação de livros, participando de eventos, entre outros – tendo comprovação da atividade, por meio de algum certificado oficial, certamente irá agregar no currículo.

Em suma, ter um currículo Lattes em constante atualização é fundamental para quem leva o objetivo de seguir na carreira acadêmica. Na iniciativa privada, em linhas gerais, a plataforma do CNPq de fato não tem grande relevância. No entanto, para professores e pesquisadores trata-se de um documento essencial, sendo reconhecido em todo território nacional e, em alguns casos, podendo até mesmo ser utilizado como base para oportunidades no exterior.

Ficou interessado em organizar o seu currículo Lattes? Para efetivar o cadastro, basta acessar o site do CNPq: https://wwws.cnpq.br/cvlattesweb/pkg_cv_estr.inicio.

Crédito: Assessoria Martha Becker.

Quero receber conteúdos voltados para:

Entre em contato através do WhatsApp

Entre em contato através do Messenger