Nossos serviços
Entre em contato

Capitais e região metropolitana:
4007.2302

Demais cidades:
0800.002.2302

Whatsapp:
4007.2302


Av. Júlio de Castilhos, 44 - Térreo
Porto Alegre - RS - CEP 90030-130
FUNDACAO DE CREDITO EDUCATIVO
CNPJ 88.926.381/0001-85 | Como chegar

COPYRIGHT © 2023. Conheça nossa Política de Privacidade.

brivia

| 28 de dezembro de 2020
Como ingressar no mercado de trabalho em meio à crise econômica
Copiar link

Enquanto o desemprego atinge principalmente mulheres, negros e jovens, estudantes têm novos desafios na busca pela primeira oportunidade profissional.

Após superar o vestibular e entrar na universidade, o próximo grande desafio dos estudantes costuma ser ingressar no mercado de trabalho. Ainda sem tanta experiência comprovada na área, é preciso encontrar uma empresa ou organização que dê esta oportunidade de crescimento aos mais jovens. No entanto, especialmente neste momento econômico impactado pela pandemia da Covid-19, a concorrência por essas vagas exige das pessoas cada vez mais capacitação e perspicácia na construção
de uma rede de contatos (chamada no ambiente profissional de networking).

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em levantamento divulgado em 1º de dezembro de 2020, o Brasil tem um contingente de 13,8 milhões de desempregados – em uma taxa crescente que atinge, principalmente, as mulheres,
os negros e os jovens. Neste cenário adverso, estudantes precisam encontrar formas de conseguir se destacar no momento de procura por vagas de emprego.

Antes de tudo, construir um currículo qualificado e coerente com as necessidades da área pretendida é primordial. Alguns sites inclusive oferecem diferentes modelos, em que a pessoa pode preencher suas informações pessoais e obter uma apresentação
visualmente agradável. Em início de carreira, é importante destacar todas as vivências que agregam valor – como participação em ações sociais, cursos de idiomas, intercâmbios e experiência profissional em outros segmentos (que já podem dar
alguns indicativos de comprometimento, seriedade e esforço).

Algumas áreas ainda costumam pedir o portfólio dos candidatos – algo comum em graduações como Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Design, Arquitetura, entre outros cursos que envolvem criatividade ou conhecimento em programas de edição.
Estes casos reforçam a importância do estudante se dedicar nos trabalhos da faculdade, que diversas vezes já podem servir de base para a construção deste portfólio, dando evidências ao mercado de trabalho da capacidade profissional do
candidato.

Há, ainda, outro aspecto decisivo para conseguir as primeiras oportunidades na área: a rede de contatos de cada um. As empresas e organizações geralmente dão muito valor para as recomendações de sua equipe interna ou de outros profissionais de referência.
Não à toa, o meio corporativo costuma fazer alusão ao célebre teste de QI, trocando o significado de “quociente de inteligência” por “quem indica”. E a faculdade é o ponto de partida para este networking, em que o estreitamento de laços com colegas e
professores pode “abrir portas” no futuro.

Já as instituições de ensino também podem ter um papel de colaboração nesta busca dos estudantes por emprego na área. Diversas universidades disponibilizam, por exemplo, espaços de experiência aos seus alunos, com atividades extraclasse focadas
inteiramente na rotina do mercado de trabalho. Algumas instituições ainda conseguem parcerias com empresas e startups, de modo a indicar seus alunos destaque para as vagas de estágio.

Em linhas gerais – mesmo que a capacitação seja a melhor alternativa para garantir espaço no mercado -, é preciso compreender que o desemprego pode ter uma profunda relação com a evasão acadêmica no país. Portanto, é importante o engajamento de todo o universo acadêmico na busca por alternativas para que os estudantes consigam oportunidades profissionais, superando os impactos da pandemia do novo coronavírus por meio da educação e do trabalho.

Fonte: Assessoria de Imprensa Martha Becker

Quero receber conteúdos voltados para:

Entre em contato através do WhatsApp

Entre em contato através do Messenger