Nossos serviços
Entre em contato

Capitais e região metropolitana:
4007.2302

Demais cidades:
0800.002.2302

Whatsapp:
4007.2302


Av. Júlio de Castilhos, 44 - Térreo
Porto Alegre - RS - CEP 90030-130 | Como chegar

COPYRIGHT © 2021. Conheça nossa Política de Privacidade.

brivia

Educação | 07 de outubro de 2021
Confira as áreas que mais cresceram no 1º semestre de 2021
Copiar link
Confira as áreas que mais cresceram no 1º semestre de 2021

O Brasil enfrenta hoje uma das maiores crises econômicas de sua história. Com cerca de 14 milhões de desempregados, o poder de compra da população está diminuindo e a inflação chegou a 9,68% em setembro de 2021. Apesar do contexto ainda sensível, o país começa a esboçar uma recuperação, com índices como o Produto Interno Bruto (PIB) finalizando o primeiro semestre com crescimento em relação ao ano anterior. Assim, algumas áreas vêm se destacando nesta retomada e observaram, inclusive, um crescimento significativo nos últimos meses.

O mercado de trabalho passa por uma transformação durante a pandemia da Covid-19. Em meio a adaptações de rotina e consolidação de novas profissões, as empresas buscam pessoas cada vez mais qualificadas, capazes de assumir diferentes funções com competência e celeridade. Neste cenário, profissionais que contam com graduações e pós em áreas como saúde, administração, arquitetura e urbanismo e tecnologia registraram o maior número de oportunidades neste primeiro semestre de 2021.

Confira os setores e cargos que mais crescem em 2021:

  1. Tecnologia: A necessidade de distanciamento social e a adoção dos modelos EAD e home office acentuaram a procura por profissionais de tecnologia. Segundo a plataforma de recrutamento online para vagas de tecnologia INTERA, o número de vagas na área teve um acréscimo de 485% neste primeiro semestre. A grande demanda de empresas e Instituições de Ensino que necessitam da digitalização dos seus processos faz com que a busca por profissionais especializados siga uma tendência de crescimento nos próximos anos.

Cargos comuns: engenheiro(a) de software, desenvolvedor(a) de backend, desenvolvedor(a) de jogos, desenvolvedor(a) de frontend, consultor(a) de design de produto, designer de interface do usuário, desenvolvedor(a) de web e analista de segurança cibernética.

  1. Saúde: A pandemia da Covid-19 expôs a necessidade de reforçar as equipes que atuam nos atendimentos de urgência e emergência em centros de alta complexidade, como Centros de Tratamentos Intensivos (CTIs) e Unidades de Terapias Intensivas (UTIs). Mesmo após o crescimento exponencial no número de vagas para profissionais da saúde no ano passado, a área segue em crescimento em 2021. Segundo a Empregos.com.br, plataforma online de recrutamento de profissionais, foram oferecidas cerca de 30 mil vagas na área neste primeiro semestre. 

Cargos comuns: enfermeiro(a) de terapia intensiva, enfermeiro(a) de saúde pública, enfermeiro(a) de pronto-socorro, clínico geral, fisioterapeuta, farmacêutico(a), médico(a) e especialista clínico.

  1. Administração: O administrador é um profissional indispensável para o crescimento de todas as empresas. Pode atuar em diversos setores da sociedade, como hospitais, indústrias, escolas, comércios, entre outros. De acordo com a Catho, plataforma para empregos online, houve um aumento de vagas para administradores de 113% em 2021.

Cargos comuns: administrador(a), analista administrativo, assistente administração financeira e auxiliar administrativo(a).

  1. Contabilidade: Em um ano de tanta turbulência no mercado econômico e financeiro, cresceu a procura por profissionais financeiros, de consultores a executivos. A Catho registrou um aumento de 121% para vagas de contabilidade e auditoria. Uma das protagonistas do crescimento da profissão é a tecnologia, que está avançando com softwares contábeis e mudando toda a dinâmica de fazer e ofertar contabilidade.

Cargos comuns: diretor(a) financeiro(a), auditor(a), corretor(a) de ações, consultor(a) de serviços financeiros, contador(a), supervisor(a) de contas a receber e bancário(a).

  1. Comunicação: Outra categoria que se beneficia do crescimento da demanda digital é a comunicação. O PIB do primeiro semestre de 2021 apresentou crescimento de 5,4% na área de Informação e Comunicação. Em resposta à nova demanda, a contratação de profissionais especialistas em e-commerce para cargos de logística e marketing digital aumentou 43% em relação ao ano passado, conforme a levantamento feito pelo LinkedIn. 

Cargos comuns: gerente de mídias sociais, especialista em estratégias de posicionamento, consultor(a) de marketing digital, produtor(a) de conteúdo, redator(a) para experiência do usuário, ilustrador(a), artista 3D, redator(a), figurinista e designer gráfico.

  1. Arquitetura e Urbanismo: Os meses de 2020 foram repletos de transformações para os mercados de design, arquitetura e imóveis. Apesar do crescimento importante da área no ano passado, o PIB do primeiro semestre deste ano registrou um aumento de 2,7%. Ainda segundo a pesquisa da Catho, o número de vaga ofertada para profissionais de arquitetura foi de 90%.

Cargos comuns: arquitetos(as), paisagistas e designers de interior.

A taxa de desemprego no Brasil ficou em 13,7% para o último trimestre de julho. O resultado representa um ponto percentual em relação à taxa de desemprego dos três meses anteriores, que registrou 14,7% no número de desempregados no país. Neste momento de retomada econômica, ter conhecimento das principais áreas de crescimento no mercado de trabalho é essencial não apenas para quem está ingressando no universo profissional, como para quem visa uma realocação de área. Acompanhando esse contexto, as Instituições de Ensino podem aperfeiçoar e aumentar o número de capacitações em torno destes setores que mais têm demandado no Brasil.

FONTE: Assessoria Martha Becker

Quero receber conteúdos voltados para:

Entre em contato através do WhatsApp

Entre em contato através do Messenger