Nossos serviços
Entre em contato

Capitais e região metropolitana:
4007.2302

Demais cidades:
0800.002.2302

Whatsapp:
4007.2302


Av. Júlio de Castilhos, 44 - Térreo
Porto Alegre - RS - CEP 90030-130
FUNDACAO DE CREDITO EDUCATIVO
CNPJ 88.926.381/0001-85 | Como chegar

COPYRIGHT © 2023. Conheça nossa Política de Privacidade.

brivia

Dicas | 12 de agosto de 2022
Endividamento recorde: como prevenir e combater?
Copiar link
Endividamento recorde: como prevenir e combater?

Todos sabemos que a chegada da pandemia desestabilizou ainda mais as famílias e as carreiras profissionais de todos os segmentos, mas é importante dizer que muito já se falava sobre o endividamento e a inadimplência, pois os índices já eram alarmantes antes do COVID-19. Diante disso, Rebeca Toyama, especialista em estratégia de carreira, vem alertar sobre o quão é importante cuidar da carreira para se ter uma estratégia segura e não cair no endividamento que gera desestabilização e prejudica até mesmo a vida profissional.

Segundo um levantamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), em julho, 29% das famílias tinham algum tipo de conta ou dívida em atraso, esse foi o maior patamar de inadimplência desde 2010. Já o número de famílias endividadas subiu para 78%, um aumento de 0,7 ponto porcentual ante junho e em relação a julho do ano passado, teve um crescimento de 6,6 pontos porcentuais.

“É alarmante ver como os números de famílias endividadas vem aumentando mais e mais, e esse fato merece uma boa reflexão: Quais são os motivadores desse comportamento e o que podemos fazer para prevenir e também combater esse recorde? Todos estamos vivendo um momento difícil com o aumento da inflação e juros, por isso é importante cuidar das fontes de renda, o que para maioria dos brasileiros, é seu trabalho”, alerta, Rebeca Toyama, especialista em estratégia de carreira.

De acordo com Rebeca, um dos preditores de bem-estar é uma carreira planejada e alinhada com o propósito e essa é uma boa forma de combater o endividamento, pois quando se garante a empregabilidade, consegue manter o emprego e promover um crescimento profissional e assim manter ou ampliar o poder de compra. Quando uma pessoa perde o emprego, tem sua principal fonte de renda comprometida, mas suas responsabilidades financeiras não cessam e como consequência temos o crescimento do endividamento e inadimplência das famílias.

Leia também: Finanças comportamentais: uma análise sobre gastos

Cuidar da carreira: como fazer?

O cuidar da carreira significa ficar atento às tendências do mercado de trabalho e fazer os aprimoramentos que garantam a empregabilidade e crescimento profissional. Fazer uma reserva de emergência, lembrando que a possibilidade de uma demissão faz parte do jogo.

Vale lembrar que a principal fonte de renda dos trabalhadores é o salário, e o nível de poupança do brasileiro é muito baixo, portanto, quando a pessoa perde o emprego acaba tendo as próximas contas comprometidas.

Leia também: 6 cursos técnicos em alta no mercado de trabalho

“Não existe o hábito de poupança, muito menos o de reserva financeira, mas existe cada vez mais o risco maior de se perder o emprego. E com a precarização do trabalho, cada vez menos pessoas podem contar com a segurança das leis trabalhistas”, finaliza Rebeca.

Segundo Toyama, são 3 pontos que os brasileiros precisam se atentar para cuidar da carreira: planejar a carreira, estar atento às tendências e potencializar suas competências. Assim estes profissionais serão mais bem valorizados e o salário irá acompanhar o cenário inflacionário, ficando distante das estatísticas de inadimplência e endividamento, fruto do descontrole financeiro.

Rebeca Toyama, especialista em estratégia de carreira, trouxe as 5 principais dicas para cuidar da carreira e fugir do endividamento e inadimplência:

– Planeje o fortalecimento e crescimento de sua carreira;
– Fique atento às tendências do mercado de trabalho;
– Invista em seu aprimoramento profissional e garanta sua empregabilidade;
– Faça uma reserva de emergência para não se endividar com imprevistos;
– Busque ampliar suas fontes de receitas respeitando sua qualidade de vida.

Sobre Rebeca Toyama

Rebeca Toyama é fundadora da ACI, signatária do Pacto Global da ONU. Doutoranda e mestre em Psicologia Clínica e Administradora. Especialista em educação corporativa, carreira e bem-estar financeiro. Atua há 20 anos como palestrante, mentora e coach. Integra o corpo docente da pós-graduação da ALUBRAT, da Galícia, da Universidade Fenabrave e do Instituto Filantropia. Colaboradora do livro Tratado de Psicologia Transpessoal: perspectivas atuais em psicologia: Volume 2; Coaching Aceleração de Resultados e Coaching para Executivos.

Fonte: Segs

Quero receber conteúdos voltados para:

Entre em contato através do WhatsApp

Entre em contato através do Messenger